5.12.07

Resoluções de ano novo?

Porque o trem tá piorando...


Gastrite


É uma patologia que está parcialmente relacionada com os fatores e hábitos da vida moderna, entre estes podemos citar o estresse, períodos de jejum extensos, o consumo de café, álcool, fumo e antiinflamatórios.

A gastrite é uma inflamação na parede do estômago podendo ser classificada com aguda ou crônica.

Gastrite aguda: geralmente é causada pelo estresse, pois nesta situação o corpo aumenta a produção de adrenalina com conseqüente aumento da produção de ácido clorídrico, que irá agredir as paredes estomacais.

Gastrite crônica: pode ser provocada pelo consumo de álcool, antiinflamátorios (tipo aspirina), ou mesmo ser causada pela bactéria que sobrevive à acidez estomacal denominada de Helicobacter pylori. Está bactéria é transmitida através da saliva e também pode causar úlcera péptica, neste caso é aconselhado o consumo de antibióticos.

Todos estes fatores são responsáveis pela destruição das rugosidades do estômago, que consequentemente levarão a má digestão dos alimentos, desenvolvimento de azia, gases e distensão abdominal.

Em ambos os casos os efeitos são potencializados pelo consumo de cafeína e nicotina.

Dicas Nutricionais:

1-No momento da dor tenha sempre uma fatia de pão integral . Este é capaz de absorver o excesso de ácido clorídrico.

2-Consuma banana (mastigando bem devagar), pois o potássio contribui para a renovação das células da mucosa intestinal.

3-A gordura potencializa a produção de ácido clorídrico, para tanto evite os alimentos ricos em gordura como: frituras, leites e derivados integrais, carnes gordas, maionese...

4-Evite o consumo de: álcool, bebidas gaseificadas, condimentos, ketchup, molhos, vinagres, limão, pimentão, tomate, picles, alimentos embutidos e enlatados.

5-Estabeleça como período máximo de jejum 3 horas.

6-Evite doces e os alimentos refinados como: pão branco, farinha branca, massas branca, pois estes fermentam, aumentam a dor e a distensão abdominal.

7-Dê preferência aos alimentos integrais.

8-Se farte das propriedades antiinflamatórias dos chá de : camomila, espinheira santa e gengibre.

9-Aumente o consumo de couve, pois esta é rica em inositol que age como antiinflamatório.

10-Não caia no conto do copo de leite para amenizar a dor, pois suas proteínas são de difícil digestão, aumentam a produção de ácido clorídrico.

Um comentário:

Gabriela disse...

brigada, dr. taissa!
vou seguir direitinho suas dicas..

leu meu fotolog de ontem [segunda]?
tamo véia!