5.3.07

Felizes os ignorantes

Como bem sabe o meu anti-herói favorito, Arthur Dent, a ignorância é uma bênção. Sem saber a verdade, podemos nos iludir e sermos felizes. Infelizmente para mim, prefiro sofrer com a verdade. O conhecimento é um fardo - conhecimento de segredos alheios que poderiam acabar com a felicidade de alguém, conhecimento cultural que implica em possuir uma visão mais cética do mundo. Essa inversão de valores é injusta? Sim. E humana. Não vou negar que existem segredos na minha família e que vivo muito feliz sem saber a verdade - mas, se eu pudesse optar (e não se esta opção tivesse sido feita em meu nome), eu iria preferir saber a verdade. Doa a quem doer. É por isso que todo mundo se identifica com Matrix: qual pílula você tomaria? É uma das questões mais fundamentais sobre nosso caráter.

Eu também já menti. Já menti para sustentar a felicidade de quem eu amo. Então talvez eu não seja a pessoa mais indicada para criticar... mas eu não convivo bem com isso. Outras pessoas dormem com a consciência tranqüila. Como conseguem? Como pode alguém ter que agir como o Grilo Falante e dizer, "isso que você está fazendo é errado"? Será que as pessoas não têm discernimento das próprias ações? Crescer não implica nisso?

Será que as pessoas realmente se sentem melhor em relacionamentos baseados em mentiras? Isso as faz mais felizes? Essas questões me parecem tão básicas, e dizem tanto a respeito do caráter de alguém!

Engraçado como é fácil falar "não me julgue" ao ouvir uma crítica. Fosse um elogio, continuaria sendo um julgamento, não? Mas sem reclamações.

6 comentários:

Luiz Augusto disse...

1 - MATRIX COMANDA O BATATAL DO ALÉM!

2 - PARABÉNS PELO DOUTORADO IRMÃZINHA!

Pedro disse...

O que é estranho de verdade é que nem todo mundo se identifica com Matrix, ou pelo menos com o Neo...
Eu, por exemplo, tenho minhas fases de Cypher... fases loooongas...

Taissa disse...

Mas é exatamente isso... mas uma coisa é você ter a escolha como o Neo e o Cypher tiveram. Outra coisa é ninguém te oferecer pílula nenhuma, escolherem por você. Isso é terrível.

Babi disse...

O pior é que dificilmente te oferecem uma pílula. Ou jogam a verdade na sua cara ou escondem-na e pronto.

Pedro disse...

O mais engraçado é que seu post "jogou" na minha cara toda a minha hipocrisia... toda a duplicidade da minha própria vida...
sei lá, obrigado?!

Sempre há escolha.

CharlieBrawJR disse...

tu tb curte Arthur Dent? :P
achava que eu era o unico a gostar do Guia do Mochileiro :P

vlw ai por colocar meu site no teu blog ;)